prevenção de acidentes

Prevenção de acidentes na escola: 5 dicas para tornar o ambiente seguro para seus alunos

Os acidentes podem ser considerados uma das principais causas de hospitalização na infância – e, consequentemente, uma fonte de preocupação constante entre pais e educadores. Dessa forma, a prevenção de acidentes no ambiente escolar deve ser prioridade entre os gestores para assegurar que as crianças e adolescentes permaneçam em um espaço seguro para o seu desenvolvimento.

Para que seja desenhada uma estratégia eficiente de identificação e prevenção de riscos para os estudantes, é necessário desmistificar a cultura de que os acidentes são eventos absolutamente imprevisíveis, casuais e incontroláveis. Ao contrário, são ocorrências que, assim como as doenças, possuem origem e características que podem ser controladas e evitadas dentro do ambiente.

O reconhecimento das variáveis envolvidas em diversos tipos de acidentes dentro da escola é fundamental para sua prevenção. Nesse sentido, todos os profissionais devem estar aptos para avaliar os ambientes, identificar possíveis riscos para cada faixa etária e o tipo de utilização daquele espaço para, dessa forma, direcionar as medidas de prevenção.

Confira algumas estratégias que a sua escola pode seguir:

Promova a autoproteção

Deve ser criada, dentro da instituição, uma cultura para capacitar não somente os professores e demais profissionais envolvidos na rotina, mas também as próprias crianças e jovens, que gradativamente tornam-se agentes da própria segurança – afinal, aprender a cuidar de si também é parte importante do aprendizado adquirido durante a vida escolar.

Playground seguro

Os parques infantis costumam ser áreas críticas para acidentes. Para evitar ferimentos mais graves nesses espaços, é fundamental:

  1. Designar, de forma clara, o uso de cada brinquedo por idade;
  2. Instalar superfícies capazes de absorver impactos em todo o ambiente;
  3. Manter profissionais nesse espaço para supervisionar as brincadeiras (especialmente em balanças, escorregadores, etc.);
  4. Fazer inspeções periódicas e realizar a manutenção adequada sempre que necessário.
  5. Proteção em práticas esportivas

Promover o respeito pelas regras de cada esporte e incentivar o uso de equipamentos de segurança apropriados a cada modalidade é fundamental para evitar lesões. Além disso, os educadores podem aproveitar a prática esportiva para incutir nas crianças a tolerância entre competidores.

Em relação ao espaço, é fundamental que a escola se atente à estrutura de quadras e gramados, evitando desníveis e obstáculos nas superfícies, que devem também possuir propriedades antiderrapantes e anti-impacto em sua montagem.

Brinquedoteca sem riscos

Por normalmente receber crianças menores, a brinquedoteca deve ter uma atenção especial especialmente no que se refere à qualidade e adequabilidade para cada faixa etária. Especialmente em escolas de ensino infantil, é mandatório que os brinquedos não contenham peças pequenas, que podem ser aspiradas ou engolidas, sejam fabricados em material atóxico, não possuam cordas, fios ou partes pontudas ou cortantes e não apresentem sons altos e estridentes.

Além disso, fundamental que os objetos estejam sempre em excelentes condições de limpeza e conservação, impedindo o acúmulo de sujeiras e microorganismos prejudiciais à saúde.

Aspectos gerais de uma escola protegida

Além das medidas indicadas de acordo com a especificidade do ambiente, outras ações fundamentais consistem na proteção de janelas, aplicação de barreiras em escadas, cozinha ou ambientes onde são guardados produtos de limpeza; instalação de portas com dispositivo de fechamento lento, evitando batidas repentinas (causa comum de ferimentos nos dedos); e, por fim, realização de vistorias periódicas para avaliar rachaduras, vazamentos, fiação elétrica exposta, etc.

Investir em espaços seguros e profissionais atentos na questão da prevenção de acidentes é uma atitude que gera ganhos para toda a comunidade escolar, aumentando a confiança dos pais e responsáveis em sua instituição.

Conte-nos sua experiência! Como é a política de prevenção de acidentes em sua escola? Utiliza outras medidas para garantir a segurança de bem-estar dos seus alunos dentro da instituição? Compartilhe nos comentários!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *