Entenda o que é análise preditiva e como ela pode ajudar você a tomar decisões estratégicas

Prever o futuro é desejo de muita gente, principalmente dos gestores! Antecipar e prever ações, tarefas e decisões é parte importante para o funcionamento de qualquer gestão. Entretanto, apesar da necessidade, esse tipo de tarefa não se mostra nada simples.

Com o aumento do avanço tecnológico em nossa sociedade e no meio coorporativo foram criados aparatos que nos auxiliam na gestão das empresas e organizações. Mostrando significativos resultados quando adotada pelos gestores de uma instituição, a análise preditiva vem ganhando força enquanto importante ferramenta, que auxilia o processo de tomada de decisões de gestores de diversas organizações.

Nós, da Sponte, trouxemos algumas informações de como fazer uso dessa técnica para o aumento de desempenho de sua gestão, e, consequentemente, de sua instituição no contexto educacional. Confira!

Afinal, o que é análise preditiva?

A análise preditiva é uma ferramenta tecnológica, a qual por meio do estudos e análise de um volume de dados, consegue antever processos e comportamentos que poderão influenciar a empresa de forma positiva e/ou negativa. Através de algoritmos de aprendizagem automatizados, consultas analíticas e análises estatísticas, essa ferramenta consegue, de forma numérica, calcular a probabilidade, hipótese da tendência de eventos, comportamentos e processos a virem ser realizados.

Ou seja, a partir de processos tecnológicos a análise preditiva informa os gestores da instituição das chances de algo vir a se concretizar, dando a esses profissionais muito mais autonomia e segurança no processo de tomada de decisão.

Como utilizar essa ferramenta em minha escola?

A análise preditiva pode te ajudar em muitos processos e questões de sua escola – e a inadimplência é uma delas. Através da análise de perfil dos estudantes inadimplentes e em que situação eles se encontram, a ferramenta pode prever outros estudantes com possíveis pendências de pagamento. Ao antever isso, sua escola consegue planejar e trabalhar de forma estratégica para que esses alunos continuem matriculados e pagantes durante o andamento de sua formação.

Ao estudar o tipo de aluno que mais se matricula e se mantem pagante e fidelizado à instituição, a análise preditiva pode estudar o perfil desse público e apontar, numericamente, as porcentagens de alunos que mais ingressam em sua instituição. Desta maneira, você sabe melhor direcionar o oferecimento de seus serviços e a qual público deve investir seus esforços publicitários e propagandísticos, aumentando suas chances de sucesso com a captação de novos estudantes.

Agora, se a escola conta com problema de retenção de alunos, usar a análise preditiva pode ser uma ideia muito eficaz. Ao analisar os dados dos alunos desistentes, sua escola pode antecipar o perfil de alunos que estão propensos a não permanecerem em sua instituição. Através desses estudos, sua escola e sua equipe gestora conseguem traçar planejamentos e melhorias para que esse público se mantenha vinculado à sua instituição durante todo seu processo de formação.

Enfim, seja qual for a questão de sua escola, confira se a análise preditiva pode auxiliar o trabalho de seus gestores para a resolução de problemas e a implementação de melhorias. Identifique tendências, entenda seu público, preveja comportamentos e aumente o desempenho de sua instituição!

E então, o que achou da análise preditiva? Já usou ou pretende usar em sua escola? Comente suas ideias e compartilhe experiências.

Conte sempre com o Sponte, o seu Software de Gestão Educacional!

 

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *