Como posicionar sua escola em relação aos problemas sociais?

Como posicionar sua escola em relação aos problemas sociais?

É de se observar que o Brasil – e também o mundo – vem passando por um momento muito conturbado, tendo em vista o notável crescimento de inúmeros problemas sociais, como a violência, a falta de segurança, a discriminação, entre muitos outros.

É muito importante que sua escola esteja conectada e atenta à essas questões e que, através disso, construa um posicionamento condizente com seus valores e com o momento pelo qual o mundo passa.

Nós, da Sponte trouxemos algumas dicas de como sua escola pode se posicionar frente à todas essas questões, além de tratar desses temas dentro da sala de aula. Confira!

Adote a bandeira da inclusão

A inclusão vem ganhando cada vez mais espaço nos mais diversos setores da sociedade. Empresas e instituições de todos os ramos estão se atentando às necessidades dos mais diferentes públicos, visto que até mesmo leis estão sendo criadas para melhor atender os indivíduos dessa grande parcela social.

Atitudes que contribuam para que sua escola se torne mais inclusivas são, por exemplo:

  • Contar com um quadro de funcionários inclusivo – escolas que mostram não discriminar os funcionários por classe social, gênero, etnia e deficiência física e/ou metal ganham um enorme diferencial em relação ao seu mercado, tornando seu ambiente escolar muito mais inclusivo e menos discriminatório.
  • Dispor de uma infraestrutura mais acessível – adoção de rampas ao invés de escadas, disponibilização de elevadores, assentos reservados a pessoas obesas, vagas de estacionamento destinadas a pessoas idosas e deficientes, são exemplos de atitudes que sua escola pode tomar para contar com um ambiente mais receptivo e preparado para receber os mais diversos públicos.
  • Tenha profissionais prontos para atender esse público – caso sua escola conte com alunos que necessitam de uma atenção especial em relação ao seu processo de aprendizagem é importante que seja disponibilizado funcionários capacitados que os auxiliem no desenvolvimento das tarefas escolares e nos afazeres educativos.

Com a adoção dessas e outras atitudes, sua escola mostra que se importa com os problemas sociais da exclusão e discriminação, adotando medidas que produzem um ambiente muito mais inclusivo e plural.

Atualiza-se e faça a diferença perante o mercado educacional.

Trabalhe os problemas sociais em sala de aula

A maioria das disciplinas presentes no ensino médio e fundamental dispõem de currículos que abordam questões sociais. Usar da brecha do ensino para a construção de discussões e diálogos saudáveis a respeito dos problemas sociais, é uma ótima forma para mostrar que sua escola se preocupa com a realidade social em que se encontra a nossa sociedade atual.

Seminários, debates, jogos interativos e abordagens de temas controversos em obras literárias são exemplos de como os educadores de sua escola podem melhor trabalhar os problemas sociais em sala de aula.

Ensine, aborde, discuta e enriqueça o processo de ensino-aprendizagem de seus estudantes.

Organize palestras

Palestras são sempre atividades muito interessantes para todos os estudantes que estão acostumados com a mesma dinâmica de ensino em sala de aula.

Além de se diferenciarem do estilo comum das aulas oferecidas pela escola, as palestras enriquecem o conhecimento dos alunos e traz à tona questões e discussões muito necessárias, além de interessantes.

Policiais para falar de segurança pública, estudantes graduados para falar de acesso à universidade, especialistas para falar de educação, profissionais comunitários para falar sobre o crescimento das periferias e comunidades, empresários para falar sobre a situação atual do mercado econômico, etc. São inúmeras as possibilidades de palestras que podem abordar os temas sociais na escola.

O importante é relembrar que esse processo é contínuo e gradual, já que os problemas sociais sempre irão existir.

Construir espaços educativos inclusivos, que dialogam e constroem posicionamentos sobre essas questões, enriquecem não só sua escola perante sua comunidade, como também a posiciona melhor perante o mercado educacional de sua região.

E então, já adotava alguma de nossas dicas? Pretende fazer uso de alguma delas? Conte-nos sobre sua experiência nos comentários. Nós, da Sponte, trabalhamos para contribuir no que você é especialista: o ensino de seus alunos.

Conte sempre com o Sponte, seu Software de Gestão Educacional!

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *