6 filmes sobre bullyng que pais e educadores devem assistir

Bullyng: 6 filmes que pais e educadores devem assistir

Antigamente visto como uma brincadeira inofensiva entre os adolescentes, hoje o bullyng é um tema de recorrente debate entre jovens e educadores. A questão é preocupante e muitas escolas buscam maneiras de trabalhar e evitar essa prática nada saudável entre seus estudantes.

Por ser um tema presente no cotidiano dos jovens, o bullyng é retratado em muitas produções cinematográficas, tanto de forma mais descontraída quanto de forma mais séria. Os filmes podem ser uma ótima maneira de tratar o tema com os estudantes e provocar reflexão e ação.

A Sponte listou algumas produções cinematográficas que dão aos pais e aos educadores uma noção do que um jovem pode sofrer na escola, na internet, ou em outros meios, e mostram os efeitos emocionais e psicológicos do bullyng. Confira:

1. Meninas Malvadas | 2004

Trata-se de uma produção estadunidense que apresenta o tema de forma leve. Entretanto, ele faz um recorte sobre a competitividade feminina e mostra como a segregação e a busca pela popularidade podem afetar o emocional e o desempenho escolar de estudantes.

É um ótimo filme para falar sobre o bullyng de forma amena e ainda proporcionar uma reflexão acerca dessa violência.

2. Carrie, a Estranha | 1976

Baseado no livro de mesmo título do autor Stephen King, o filme retrata a vida de uma jovem ingênua e sem amigos que vive isolada com sua mãe, uma fanática religiosa. O bullyng que Carrie sofre na escola resulta num desejo de vingança, mostrando como este ato pode gerar atitudes drásticas.

Misturando temas reais com fictícios (poderes paranormais) o filme retrata a violência, a humilhação e as consequências extremas do bullyng. Um título que vale a pena ser conferido.

3. Bullyng Virtual | 2011

Este filme conta a história de uma adolescente que ganha seu primeiro computador e se junta a uma das redes sociais mais populares entre jovens, onde passa a ser alvo de Ciberbullyng.  A produção se concentra em mostrar as consequências do bullyng na vida de uma garota jovem, podendo acarretar em isolamento, depressão e até mesmo em uma tentativa de suicídio.

O longa fala de um tema muito presente na vida dos jovens de hoje: o bullyng no meio virtual e nas redes sociais. Sendo uma ótima opção para entender como acontecem as relações interpessoais entre os jovens e alertando sobre os cuidados que devem ser tomados por pais e professores.

4. Depois de Lúcia | 2012

Trata-se de um drama mexicano que narra a história de um pai e uma filha após a perda da mãe. Na história, além das dificuldades do luto e da adaptação é retratado o sofrimento de Alejandra que teve um vídeo íntimo vazado e passou a sofrer bullyng, físico e emocional, dos colegas.

O longa mostra como o luto do pai e a vergonha da filha levaram à falta de comunicação e ao afastamento de ambos, sem um conhecer a dor do outro. Um ótimo título para refletir sobre a importância do diálogo com os filhos e da prevenção escolar a respeito do bullyng.

5. Elefante | 2003

Este filme, infelizmente baseado em fatos reais, relata o ataque que dois estudantes fizeram a uma escola secundária do Oregon, matando dezenas de alunos com um arsenal de armas automáticas.

“Elefante” trata a questão do bullyng e suas consequências extremas – no caso, uma vingança fria e sem escrúpulos. O título faz referência à facilidade de ignorar um “elefante” na sala de aula, apesar do seu tamanho.

O filme causa mais espanto por ser baseado em um acontecimento real e o tema é retratado de forma crua, sendo uma boa opção para falar sobre o assunto de forma mais realista.

6. Bullyng | 2012

Trata-se de um documentário dirigido por Lee Hirsch que mostra um dado alarmante: em 2011 cerca de 13 milhões de crianças americanas sofreram bullyng. A partir desse dado a equipe do documentário acompanhou, durante um ano, jovens que sofriam agressão no colégio, em casa, no bairro ou na internet a fim de tentar analisar a situação não só das vítimas, como também dos praticantes do bullyng.

O documentário questiona o tabu que ainda existe em volta do tema e traz a perspectiva real da vida e das consequências dessa violência nos jovens, levando o público a refletir e tirar suas próprias conclusões.

O Bullyng, uma violência travestida de brincadeira que afeta muitos jovens, é um assunto extremamente delicado que deve ser trazido para a sala de aula e trabalhado com os estudantes e pais a fim de levar os jovens a refletir sobre suas atitudes e a discutir sobre violência. 

Preencha os campos abaixo e receba contato de um de nossos consultores.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *